SANDÁLIAS DO PIRATA

24/06/2010

A FARSA DO IBOPE.

Filed under: POLITICA — julio pegna @ 1:45 AM

Cuidado antes de comemorar a última pesquisa Ibope de intenção de voto para Presidente da República, divulgada hoje. É mais uma mentira, a continuação da farsa do instituto de pesquisas da Globo.

Não parece real o dado apresentado, colocando Dilma com 40% e Serra com 35%. O cheiro é ruim.

A campanha da imprensa corporativa contra a candidata de Lula é evidente; salta aos olhos a maneira pejorativa como ela é tratada nas manchetes dos jornais. Tanto Ibope quanto Datafolha, eximios  manipuladores de números, pretendem jogar uma cortina de fumaça sobre o eleitor.

Digo isso porque tive a informação de que o Instituto Vox Populi tem números diferentes. Neles, a candidata do PT está com 12 pontos de vantagem sobre o tucano, e não apenas 5, como quer a midia mais comprometida do planeta.

Um dado do Ibope é bastante revelador. Subiu de 58 para 73% o indice de pessoas que dizem saber que Dilma é a candidata de Lula. Isso representa crescimento de 25%. Qual o motivo, se Dilma se ausentou do país onde só se fala de futebol; nem Lula aparece mais ao lado dela?

Se antes os especialistas diziam que o crescimento de Dilma estava associado a sua maior exposição na TV, agora ocorreu exatamente o inverso. Foi Serra quem apareceu em três programas de partidos – PSDB, DEM e PPS. Mesmo assim, caiu. E sua rejeição, cresceu!

O que está ocorrendo é um acerto de gráfico. Ou seja, quando começar o horário eleitoral na TV, em 17 de agosto, os dados de todos os institutos de pesquisa passarão a ser usados na propaganda partidária e, caso as distorções sejam gritantes, como estavam sendo, o público passará a desconfiar.

Podem aguardar para breve o Datafolha colocar Dilma na frente de Serra. É, também, um instituto que precisa “corrigir” seu gráfico e ajustá-lo para mais perto da verdade.

O fato claro, nesta altura, em plena Copa do Mundo de Futebol, é que Dilma está se consolidando com muita competência na liderança da corrida ao Planalto. Competência dela, de sua equipe de marketing – que quase nem começou a agir – e do fato de ser cada vez mais conhecida e reconhecida como candidata de Lula. O rumo está correto. E a falta de rumo da oposição é evidente.

Um cacique do DEM com bastante influência, gosta de comparar as eleições da América Latina e concluiu, recentemente, em seu blog, que a derrota da esquerda no Chile e na Colômbia demonstram a mudança de comportamento do povo latinoamericano. É um erro. Naqueles paises, os candidatos vitoriosos apresentaram propostas consistentes para derrotar a esquerda. No Brasil, a oposição está sem saber o que falar. Sem saber a quem falar. Sem saber a quem pedir ajuda. Sem saber nem quem será seu vice!

***

É preciso esclarecer um ponto muito importante, à respeito do que está ocorrendo na blogsfera.

Alguns colegas blogueiros andaram sendo ameaçados pela justiça, todos de blogs progressistas, de esquerda, apoiadores de Dilma Rousseff. Alguns jornalistas da imprensa de direita, tipo Reinaldo Azevedo, Noblat, Augusto Nunes, etc., soltaram notas acusando os blogueiros de esquerda de estarem recebendo dinheiro para escrever ou, ainda pior, estarem numa fila para passarem a receber em troca do que escrevem.

Este blog, que se considera progressista é totalmente independente e não recebe, sequer, dinheiro de propaganda legal que poderia estar sendo feita neste espaço.

O que a direita precisa compreender, de uma vez por todas, é que a esquerda está habituada a trabalhar por seus ideais, no Brasil. De graça, pelo simples prazer de construir um futuro melhor daquele que tivemos até agora.

Lembro, como se fosse hoje, que, na primeira campanha eleitoral pós-ditadura, este blogueiro saia de casa às 4 horas da manhã para ir às portas de fábrica em São Bernardo do Campo pegar os operários que mudavam de turno. Distribuíamos panfletos e faziamos campanha corpo-a-corpo divulgando o também operário Luis Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores.

Ouviamos coisas incriveis dos “peões”; muitos declaravam voto em Fernando Collor – que venceu – e xingavam Lula. Mesmo assim, a militância voltava a se reunir na madrugada seguinte para investidas em outras fábricas. Foi assim durante uns 15 dias, umas 15 madrugadas geladas.

Nunca recebiamos um centavo sequer. Nem o dinheiro do transporte, nem do lanche. E ainda tínhamos que pagar pelos bottons que usávamos na camisa. Tínhamos prazer em fazer campanha por idealismo.

Isso, a direita não conhece. Seus métodos são diferentes.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: